Energy Future se orgulha de ter metade de seu time composto por mulheres

No dia 8 de março, lembramos da importância de sempre valorizar e reconhecer as profissionais do sexo feminino.
As Profissionais do Energy Future

Sabemos que não basta um único dia para lembrar da luta constante das mulheres e refletir sobre a importância da equidade de gênero nos espaços, sejam eles quais forem. Mas hoje não podemos deixar de destacar que, aqui no Energy Future, nos orgulhamos por metade do nosso time ser do sexo feminino, distribuído entre as mais variadas funções e cargos, inclusive os de liderança. Buscamos contribuir para uma sociedade mais justa e, por isso, estão entre nossas prioridades a representatividade feminina e a igualdade salarial entre homens e mulheres.

Acreditamos que a verdadeira Inovação Aberta, bem como o crescimento saudável do ecossistema, se tornam possíveis quando valores voltados à redução das desigualdades caminham juntos. O Dia Internacional da Mulher existe para destacar a luta feminina por direitos no mercado de trabalho, na política, na economia, na sociedade como um todo. Assim, ao passo que comemoramos os esforços do Energy Future para a promoção da igualdade de gênero, lembramos que essa deve ser uma preocupação constante para nós e para todos.

Embora sejam mais escolarizadas que os homens no Brasil, as mulheres ainda ganham cerca de três quartos do salário deles em cargos equivalentes. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), elas hoje ocupam somente 37,8% dos cargos gerenciais, permanecendo os homens na maioria dessas funções.

Em contrapartida, segundo a pesquisa “A Importância da Diversidade”, realizada pela consultoria americana McKinsey & Company, empresas brasileiras com mulheres no time executivo têm probabilidade 50% maior de apresentar melhor desempenho em rentabilidade. Tê-las nas equipes de trabalho pode aumentar em 22% a possibilidade de um rápido crescimento do negócio.

O setor elétrico ainda é ocupado prioritariamente por homens. Isso está diretamente relacionado com as salas de aula majoritariamente masculinas nos cursos de engenharia. Para se ter noção da disparidade nesse segmento, dados da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA, em inglês) mostram que as mulheres ocupam apenas 22% dos empregos na área de energia elétrica em todo o mundo.

Mulheres ocupam apenas 22% dos empregos na área de energia elétrica em todo o mundo.

Agência Internacional de Energia Renovável

Apesar da ainda baixa representatividade, a inovação feminina vem ganhando destaque no setor energético e o Energy Future quer participar ativamente do movimento global em prol da equidade entre homens e mulheres. Assim, reiteramos que a luta por igualdade de gênero no mercado de trabalho continua e que, quando as mulheres podem exercer seus direitos, todo mundo sai ganhando.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *